O horoscopo e os pequenos grandes momentos

Caminhando para acima do outeiro deitei-me na acolchoada grama do pitoresco sítio de meu avô, ali era onde eu papai ficávamos a conversar sobre as estrelas a montar as constelações em pedaços de papelão que pegávamos no celeiro, tenho saudades destes dias em que aprendíamos sobre tudo, mas principalmente sobre a vida e simplicidade.

Gostava de como ele me explicava o horoscopo do dia e suas peculiaridades, seus olhos brilhavam cheio de vida, mas a vida é assim nos surpreende, pois quando o tempo levou meu pai o horoscopo diario era uma das melhores lembranças que tinha dele, afinal era o seu momento de conhecer a vida e encantar-se com isso.

São esses momentos que nos mostram como a simplicidade é a maior amiga do coração e que não devemos deixar lembranças como essa desaparecerem e é em razão disso que todos os dias eu volto aquele monte me deito e vejo a sua constelação e começo a rir, rir porque era assim que ele se sentia.

Deixe que os pequenos grandes momentos toquem o seu coração e jamais se esqueça daquela verdade que você só encontra quando é criança, pois tudo é natural, se é bom é bom sem cosméticos, se é ruim é ruim sem hipocrisia.

Minha tem mais amor porque cultivo aquilo que recebi com paixão jamais tive que fazer um julgamento moral para entender que é bom, e é assim de forma simples que conhecemos a verdade e o que é bom, de forma natural…

Faça seu Comentário